Aferição das Cargas a Aplicar a Nadadores no Teste Wingate em Cicloergómetro

Por: R. J. Fernandes e S. M. Soares.

Motricidade - v.9 - n.4 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O teste Wingate parece ser o teste padrão para avaliar o potencial anaeróbio, implicando a aplicação de uma carga de resistência cujo valor é uma percentagem do peso corporal do sujeito a avaliar. O objetivo do presente estudo foi o de determinar a carga de resistência, expressa em percentagem do peso corporal, a aplicar a nadadores no teste Wingate realizado em cicloergómetro. A amostra foi constituída por sete nadadores e sete nadadoras. Para aferir a carga ótima de resistência a aplicar a cada nadador foi realizado um pré-teste de nx10s, com um intervalo de 15min entre cada repetição. A resistência aplicada em cada repetição foi de 7.5% do peso corporal, aumentada em frações de 0.5%. A carga de resistência ótima determinada no pré-teste foi aplicada no teste Wingate tal como determinada e incrementada e subtraída em 0.5% do peso corporal, tendo-se verificado uma relação não-linear entre a potência e a carga externa. A carga de resistência ótima a aplicar no teste Wingate foi superior ao valor padrão de 7.5%, quer para os nadadores (9.50 ± 0.65%), quer para as nadadoras (9.86 ± 1.18%). Palavras-chave: natação, performance anaeróbia, teste Wingate

Endereço: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1646-107X2013000400011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.