Agregação Intra-fratrias nos Valores de Actividade Física Regular. Um Estudo na População Rural de Calanga – Moçambique

Por: Antonio M. Prista, José Maia, Leonardo Nhantumbo e Sílvio Saranga.

XIV Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Este estudo tem como propósitos: (1) Verificar a magnitude de agregação familiar na actividade física num delineamento com irmandades, e (2) estimar a proporção da influência dos factores genéticos e ambientais em fenótipos complexos da actividade física em irmão da população escolar da localidade de Calanga. A amostra foi constituída por 84 indivíduos (47 masculinos, 37 femininos), no escalão etário entre os 7 -17 anos de idade. As estimativas de heritabilidade nas distintas fratrias foram calculadas no software de Epidemiologia Genética S.A.G.E. Para as correlações intra-familiares e na estimativa da heritabilidade foram incluídos, passo-a-passo, diferentes covariáveis (altura, peso, idade, sexo, idade2, idade3, sexo*idade, sexo*idade2 e coeficiente de actividade). Dos resultados conclui-se que: as irmãs evidenciam maior agregação entre si do que os irmãos e irmãos de sexo oposto; a relevância dos efeitos genéticos nas diferenças inter-individuais fez-se sentir nas actividades físicas leves e nos mets, nos restantes fenótipos os resultados sugerem que a maior porção da variabilidade é explicada por factores ambientais não transmissíveis dentro das famílias nucleares relacionados com actividades de subsistência familiar.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.