Além do Tempo Regulamentar: Uma Narrativa Sobre a História da Psicologia do Esporte no Brasil

Por: .

2012 19/03/2012

Send to Kindle


Resumo

Esta tese objetiva construir uma narrativa sobre os primórdios da Psicologia do Esporte através da análise da inserção da Psicologia em periódicos de Educação Física dos anos 1930 a 1960. O texto discorre sobre as apropriações do saber psicológico, seus conceitos e teorias no universo dos primeiros periódicos da Educação Física no Brasil, caracterizando o percurso de construção de mais uma especialidade na Psicologia, a Psicologia do Esporte. Por se tratar de uma análise documental, investigamos fontes e documentos escritos, brasileiros e de domínio público, de caráter acadêmico – apresentados em periódicos especializados – ou governamental – no formato de leis, decretos, estatutos. Analisamos tais documentos como práticas discursivas, pois envolvem diversos elementos, distribuídos de forma harmônica ou não, localizados historicamente, no tempo e no espaço, produzindo seus efeitos. A análise dos dados permitiu averiguar a construção de sentidos que os interessados em Educação Física fazem em relação ao campo psicológico. Concluímos que o percurso de construção da Psicologia do Esporte perpassa outros profissionais, como médicos, militares, educadores físicos e psicologistas, interessados em conhecer melhor os fenômenos humanos diante da prática de atividade física e dos esportes, caracterizando-se em duas fases, psicologia complementar (1930-1940) e prática psicológica (1950-1960). Sem dúvida, caracterizam uma construção gradativa da Psicologia do Esporte como a conhecemos hoje

Endereço: http://www.bdtd.uerj.br/

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.