Alocação de Recursos de Defesa Contra Ataques Terroristas Durante Megaeventos Esportivos

Por: Marcelo Zawadzki.

2014 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Devido as suas características socioculturais, o Brasil raramente se defrontou com altas chances de ocorrência de ataques terroristas em seu território. No entanto, por ter sido recentemente escolhido como sede de dois megaeventos esportivos (Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016), os níveis de preocupação das autoridades, sobre as questões relacionadas aos riscos de atentados terroristas, em solo brasileiro, parecem ter se elevado de forma acirrada. Tradicionalmente, o planejamento que visa alocar recursos de defesa para malograr as chances de ocorrência de atividades terroristas não é uma tarefa fácil. A possibilidade de ocorrência de vários cenários, a disponibilidade de grande quantidade de medidas defensivas que podem ser adotadas para a diminuição dos riscos e a realidade do orçamento restrito, forçam os tomadores de decisão a lidarem, quase sempre, com decisões complexas. Mediante a adoção dos conceitos da tradicional Teoria dos Jogos, é possível estruturar o problema de alocação de recursos de defesa com fins antiterrorismo como um jogo de segurança de Stackelberg. Por meio da análise de tal jogo, é possível que a defesa, jogador líder do referido jogo, escolha a melhor forma de alocar seus recursos de defesa, tentando, assim, deslocar o equilíbrio de Nash do jogo a seu favor. No entanto, por vezes, o jogo que se obtém é extremamente complexo devido à explosão combinatória e um alto esforço computacional pode ser requerido para atingir-se o ponto de equilíbrio de Nash. Assim, o principal objetivo desse trabalho é propor dois métodos, um caracterizado como método parcialmente enumerativo e, o outro, como método heurístico, que sejam capazes de simplificar racionalmente a solução do problema de alocação de recursos de defesa com fins antiterrorismo, quando tal problema é modelado como um jogo de segurança de Stackelberg, no contexto do planejamento da segurança antiterrorismo, durante a realização de um megaevento esportivo. O método parcialmente enumerativo proposto garante sempre a solução ótima para o problema, mas, por vezes, pode não diminuir significativamente o esforço computacional exigido. Enquanto isso, o método heurístico que se propõe reduz drasticamente o esforço computacional exigido, mas, em certas situações, fornece uma solução que pode não satisfazer a defesa. A análise das soluções apresentadas pelos métodos propostos possibilita que a defesa tome suas decisões, de forma racional, e aloque seus recursos de defesa, de forma que desestimule seu adversário de realizar um ataque.

Endereço: http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/ITA_149065e757319561514dc4dffdec4d06

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.