Alongamento Estático Aumenta a Amplitude de Movimento Sem Prejudicar o Desempenho de Saltos Verticais Sucessivos

Por: Eurico Peixoto César, Juarez José Dorneles Batista, Luciana Miranda, e .

Revista da Educação Física - UEM - v.24 - n.1 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O objetivo foi verificar o efeito agudo de 2 x 30 s de alongamento estático na musculatura posterior de membros inferiores sobre a amplitude de movimento (ADM) e altura do salto com contra movimento. Doze voluntários foram submetidos aleatoriamente às condições de alongamento e controle. A altura do salto foi obtida através de um tapete de contato, imediatamente após, 3, 6 e 9 min depois de cada condição. A ADM foi medida pelo método de fotogrametria realizada antes, imediatamente e 9 min após cada condição. A ANOVA a dois caminhos com medidas repetidas não encontrou diferença significativa (P < 0,05) na altura do salto em qualquer dos momentos testados. O teste post hoc de Bonferroni identificou aumento significativo na ADM imediatyamente após a realização do alongamento. Concluiu-se que rotinas com volumes reduzidos de alongamento estático não prejudicam agudamente o desempenho do salto em pessoas fisicamente ativas, porém são de magnitude suficiente para aumentar significativamente a ADM.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/17919/11483

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.