Alterações na Composição Corporal Decorrentes de Um Treinamento de Musculação em Portadores de Síndrome de Down

Por: José Florentino Neto.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.16 - n.1 - 2010

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar as alterações na composição corporal decorrentes de um treinamento de musculação em portadores da síndrome de Down. MÉTODOS: Participaram 15 portadores da síndrome de Down (22,1 ± 7,5 anos), divididos em dois grupos: experimental (G1 = oito) submetidos a um programa de treinamento de musculação e controle (G2 = sete) sem intervenção. A composição corporal foi estimada através da equação de sete dobras cutâneas. As avaliações foram realizadas em pré e pós-teste, com frequência semanal de três vezes em dias alternados e duração de 60 minutos. O protocolo experimental foi elaborado com nove exercícios sob a forma de circuito, sendo realizados em três séries de oito a 12 repetições, com intervalos de descanso entre 30 e 60 segundos. RESULTADOS: Foi observada no G1 diminuição significativa no percentual de gordura (-2,0%; p = 0,036) e massa gorda (MG) (-1,4kg; p = 0,000). Os controles apresentaram aumento desfavorável no %G (+1,0%; p = 0,043) e MG (+2,0kg, p = 0,004). Em relação à massa magra (MM), observou-se ganho significativo no G1 (+1,2kg; p = 0,008); tendo o G2 apresentado redução de MM (-0,8kg; p = 0,003). CONCLUSÃO: O treinamento de musculação apresentou efeito favorável, promovendo redução na gordura corporal e aumento na MM, podendo ser sugerido para indivíduos com características similares às dos aqui investigados.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v16n1/a01v16n1.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.