Alterações Musculoesqueléticas e Medidas Antropométricas Maternas

Por: Fabiana F. Sperandio, Glaycon Michels e Lizandrada Silva.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

A gravidez acompanha-se de modificações fisiológicas. No sistema musculoesquelético, em especial, ocorrem alterações que podem causar algias. Poucos estudos documentam estas modificações associando-as a antropometria, que é a ciência de mediro corpo humano. Visto o aumento de mulheres no mercado de trabalho e a exigência para uma máxima produtividade; gerou a necessidade de identificar as causas e o que pode estar relacionado as algias gestacionais. Desta forma este trabalho objetiva verificar as variações antropométricas na gestação e queixas musculoesqueléticas emtrês idades gestacionais. Participaram 09gestantes, que realizavam pré-natal periodicamente, no Posto de Saúde - BelaVista II, em SãoJosé, SC. Utilizou-se: (a) questionário; (b) ficha para exame físico (c) material antropométrico. Coletou-se os dados a cadatrimestre, na seguinte seqüência: aplicação do questionário, análise antropométrica e avaliação física. Tratou-se os dados com estatística descritiva. Os resultados evidenciaram que: (1) 77,7% das gestantes apresentaram dor nas coxas, infra-umbilical e região lombar; (2) 88,8% apresentaram dor nas pernas e edema em pelo menos umtrimestre; (3) 66,6%sofreram diástase dos retos no último trimestre, coincidindo com o maior aumento de peso; (4) 55,5% apresentaram aparecimento ou severidade de calosidades nos pés. Concluise que: a variação do aumento de peso, podelevar ao surgimento de algias; as calosidades encontradas nospés, ocorram devido ao aumento de pesoe/ ou sobrepeso.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.