Amizade, Pertencimento e Relações de Poder no Futebol de Bairro

Por: Luiz Carlos Rigo.

Pensar a Prática - v.10 - n.1 - 2007

Send to Kindle


Resumo

O presente artigo tem como referência empírica o caso da Sociedade Recreativa Arealense, um clube esportivo - recreativo de bairro tradicional da cidade de Pelotas, fundado em 1920. O objetivo é analisar as práticas futebolísticas infames, ou seja, não famosas. Prioriza-se, no texto, uma reflexão sobre como este futebol se constitui e é constituído por uma sociabilidade específica, por sentimentos de pertencimento e por relações de poder. Para desenvolver o estudo, foi utilizada uma metodologia que alia fontes orais, escritas e imagéticas

Endereço: http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef/article/view/194/1229

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.