Análise de Aspectos Biodinâmicos e Cardiovasculares, Relacionados à Atividade Física e Saúde: Comparação Entre Idosos Praticantes de Atividade Física e Sedentários

Por: Marcio Roberto Doro.

2011 15/12/2011

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo avaliou os efeitos crônicos da prática do exercício físico regular em 35 idosos e a relação destes na economia com fármacos, risco cardiovascular, em parâmetros metabólicos, composição corporal e qualidade de vida. O grupo ativo foi composto por 22 idosos (10 homens e 12 mulheres) com média de idade de 67,09 ± 5,92. O grupo sedentários composto por 13 idosos (2 homens e 11 mulheres) com média de idade de 70,15 ± 6,10. O treinamento físico foi realizado 2 vezes por semana com intesidade de baixa a moderada e o grupo ativo é praticante regular de exercícios físico há 2 anos. Foram avaliados: valores gastos em medicamentos, variabilidade da freqüência cardíaca, pressão arterial, glicemia; tríaciglicerol, colesterol total, índice de massa corporal, relação cintura quadril e qualidade de vida. Resultados: os efeitos crônicos do exercício físico em idosos foram eficientes para diminuir os fatores de risco cardiovascular avaliados e também em reduzir os gastos com medicamentos esse conjunto de fatores fez com que o idoso perceba uma melhor qualidade de vida. Concluímos que o idoso praticante de exercício físico regular possui menor influência dos fatores de risco cardiovascular, tendo um menor consumo de medicamentos, consequentemente, gerando uma importante economia mensal. Esse conjunto de fatores proporcionou ao sujeito uma melhor percepção em relação à qualidade de vida.

Endereço: http://www.usjt.br/biblioteca/mono_disser/mono_diss/2012/191.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.