Análise Cineantropométrica da Volumetria e Composição Percentual Muscular dos Segmentos Apendiculares de Bailarinos de Elite de Cuba

Por: Carlos Manuel Ramírez García, Hamlet Betancourt Leon, Julieta Aréchiga Viramontes e Maria Elena Díaz Sánchez.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.17 - n.6 - 2011

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO E OBJETIVO: Um bailarino de balé com grande potencialidade de eficiência de movimento técnico transitivo deve mostrar porcentagens de áreas musculares dos segmentos apendiculares em uma volumetria espacial que não o qualifique como feio na sua figura. O propósito desta investigação é comparar a volumetria e composição percentual muscular dos segmentos corporais dos dançarinos de elite de balé com relação à dança moderna e folclórica. 
MÉTODOS: Realizou-se um estudo antropométrico dos melhores dançarinos cubanos das companhias Balé Nacional de Cuba (BCN), Dança Nacional (DN) e Conjunto Folclórico Nacional (CFN). Seguindo o critério de seleção dos professores, quanto à figura e o desempenho técnico artístico, mediram-se os melhores dançarinos de cada companhia, com idades entre 18 e 40 anos. Aplicou-se um protocolo antropométrico de 10 medições. Utilizaram-se as equações do modelo geométrico de cálculo das áreas transversais totais e musculares dos segmentos apendiculares para estimar a volumetria e composição muscular. 
RESULTADOS E CONCLUSÃO: A expressão quantitativa das áreas totais por segmentos - em suas múltiplas relações de similitude e diferença - ratificaram os enunciados empíricos que referem um critério diferencial de beleza cênica corporal para os bailarinos de ambos sexos do BNC, em relação aos de DN e CFN. Os dados demonstraram que a linearidade morfológica de um bailarino de elite é independente da expressão de uma potencialidade menor - exceto para a dançarina do CFN - de eficiência do movimento técnico transitivo.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922011000600001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.