Analise Cinematica da Movimentação dos Membros Superiores e Inferiores, Tronco e Cabeça Durante a Marcha de Hemipareticos

Por: Aline Araujo do Carmo.

2009 16/11/2009

Send to Kindle


.Resumo

O objetivo deste trabalho foi analisar integradamente a cinemática da movimentação dos membros superiores e inferiores, a partir cinemática angular, das variáveis espaço-temporais, do centro de massa total do corpo e das contribuições parciais dos segmentos para a trajetória do centro de massa total do corpo. A fim de identificar e analisar as alterações dos padrões de marcha desenvolvidos pelos sujeitos hemiparéticos acometidos por Acidente Vascular Encefálico. Para isso, foram analisados 14 sujeitos hemiparéticos acometidos por Acidente Vascular Encefálico, do sexo masculino, faixa etária entre 40 e 60 anos, com mínimo de 3 anos pós-lesão e, que não utilizassem dispositivos auxiliares. Para representar a marcha normal, foram selecionados 7 sujeitos do sexo masculino, faixa etária entre 40 e 60 anos, sem alterações na marcha. Os dados foram obtidos por videogrametria através do sistema DVideo. O modelo de orientação dos segmentos corporais utilizado consistiu de 71 marcadores de superfície, considerando 15 segmentos corporais articulados. O tratamento dos dados foi feito em ambiente Matlab. A análise estatística foi baseada nas seguintes comparações: 1) entre os lados direito e esquerdo dos sujeitos do grupo controle e do lado afetado e não afetado do grupo hemiparético; 2) Comparação entre os grupos controle e hemiparético; 3) Comparação das variáveis angulares contínuas das articulações afetadas e não afetadas do grupo hemiparético e as variáveis do grupo controle 4) Comparação da trajetória do centro de massa total e das porcentagens de contribuição parcial dos segmentos corporais entre os sujeitos do grupo controle e hemiparético (P<0.05). Os resultados mostraram que a movimentação do membro superior afetado é significativamente alterada, apresentando redução da amplitude de movimento de flexão/extensão das articulações glenoumeral e cotovelo, associada a um padrão de acentuada flexão do cotovelo e tendência a rotação durante todo o ciclo. Foram detectadas também, alterações significativas nos três planos de movimento dos membros inferiores e variáveis espaço-temporais que corroboram com os achados da literatura. A análise integrada mostrou que as alterações do padrão de marcha de sujeitos hemiparéticos podem estar relacionadas com os distúrbios na movimentação do membro superior afetado, podendo este ser mais um fator agravante para a mecânica da marcha de hemiparéticos. A análise da trajetória do centro de massa total do corpo mostrou que nas direções lateral e vertical as curvas dos sujeitos hemiparéticos foram aproximadamente sinusoidais, com dois picos de diferentes amplitudes, associados a um menor deslocamento ântero-posterior do centro de massa total durante a marcha de hemiparéticos. As porcentagens de contribuição dos segmentos corporais para a trajetória centro de massa total do corpo mostraram que o tronco contribuiu mais para o deslocamento lateral do centro de massa e, na vertical os segmentos perna e pé do lado afetado contribuiram mais para o menor deslocamento vertical do centro de massa. As alterações na direção da progressão são oriundas da combinação dos distúrbios observados na outras duas direções 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000475954&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.