Análise Confirmatória do Questionário de Satisfação do Atleta - versão portuguesa

Por: Carla M. Chicau Borrego, Carlos Silvai, Joan Palmi, José Alves e José Carlos Leitão.

Psicologia: Reflexão e Crítica - v.23 - n.1 - 2010

Send to Kindle


Resumo

O objectivo do estudo foi examinar as propriedades psicométrica da versão Portuguesa do Questionário de Satisfação do Atleta ([QSA/Athlete Satisfaction Questionnaire – ASQ], Riemer & Chelladurai, 1998), através da análise factorial confirmatória, uma vez que as características culturais e de idioma podem afectar a aplicação e interpretação do questionário. O QSA possui 14 dimensões, com 54 itens e visa avaliar a satisfação do atleta com a sua experiência desportiva. O modelo foi testado com uma amostra de 527 atletas de diferentes modalidades: basquetebol, andebol, futebol e voleibol, dos campeonatos nacionais e regionais de Portugal. Todos os factores apresentam elevados coeficientes de consistência interna, com valores de alpha de Cronbach entre a=0,70 e a =0,94. De uma forma geral os valores dos indicadores globais de ajustamento do modelo observado, resultantes da análise factorial confirmatória (robustos TLI/NNFI=0,93, CFI=0,93 e do IFI=0,93, RMSEA=0,042 (0,039 – 0,044 e o índice SRMR=0,05) expressam a sua qualidade. Assim, os resultados sugerem que a avaliação da satisfação do atleta nas diversas facetas consideradas relevantes para a sua experiencia desportiva, parece poder ser realizada em futuras pesquisas, através da utilização do ASQ versão portuguesa

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-79722010000100014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.