Análise de Conteúdo: Técnica de Elaboração e Análise de Unidades de Significado

Por: , e .

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.13 - n.4 - 2005

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho justifica-se por apresentar aos pesquisadores das mais variadas áreas científicas uma proposta de técnica de investigação qualitativa, originária
da combinação das abordagens de Análise de Conteúdo, em especial uma adaptação da Análise de Avaliação Assertativa (Bardin, 1977) e da Análise do Fenômeno Situado
(Giorgi, 1978 e Martins e Bicudo, 1989), denominada Técnica de Elaboração e Análise de Unidades de Significado, construída por Moreira, Simões e Porto, tendo sido testada nos últimos treze anos, como revelam alguns trabalhos referenciados. A Técnica consiste nos momentos de: Relato Ingênuo; Identificação de Atitudes e Interpretação. A estrutura teórico/epistemológica da proposta está vinculada aos pressupostos fenomenológicos, em especial na obra de Merleau-Ponty quando do trato com o fenômeno corporeidade.
PALAVRAS-CHAVE: técnica de pesquisa qualitativa – análise de conteúdo – unidades de significado

Endereço: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/665/676

Ver Arquivo (PDF)

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.