Análise Crítica do Mundo do Movimento da Criança na Idade Escolar.

Por: Wenceslau Virgilio Cardoso Leaes Filho.

122 páginas. 1990

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho caracterizou-se como um estudo de caso que teve como objetivo analisar aspectos do mundo do movimento da criança. Para que este objetivo fosse atingido, formulou-se as seguintes questões: a. Como as crianças exigem o seu corpo? O que elas acham que o corpo é capaz de realizar em relação ao movimento? b. Onde e em que condições espaciais as crianças se movimentam? Seu espaço de movimentação é suficientemente próximo, estimulante e de livre acesso? c. Com o que as crianças brincam e se movimentam? d. Que normas e instâncias sociais influenciam a vida do movimento das crianças? Como as crianças brincam em grupo? e. Quanto tempo as crianças tem para brincar e se movimentarem? Esse tempo é realmente livre? O estudo foi desenvolvido em duas escolas de realidades sociais diferentes. Uma escola pública de periferia, de nível social baixo e outra escola particular de nível social alto, ambas do município de Santa Maria - RS. De cada escola foi selecionada uma criança que estivesse cursando a quarta série do primeiro grau. Para cada criança foi elaborado um diário, através de observações participativas e entrevistas narrativas. Esse material foi analisado através das interações sociais com base nas teorias do Interacionismo Simbólico e da Dramaturgia Social. Conclui-se que o ambiente social e físico determina diferenças fundamentais no movimento das crianças. Coloca-se como sugestão que sejam realizados novos estudos com crianças que vivam em realidades diferentes destas que participaram nesta investigação.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=348&listaDetalhes%5B%5D=348&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.