Análise da Distribuição dos Profissionais de Educação Física nos Serviços de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul

Por: Fabiana Fernandes Vaz e Raphael Maciel da Silva Caballero.

Educação Física e Saúde Coletiva: Cenários, Experiências e Artefatos Culturais.

Send to Kindle


Resumo

Introdução
A atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS) caracteriza-se por um conjunto de ações de saúde, entre elas, a promoção e a proteção da saúde. (BRASIL, 2012) Nos últimos anos, estamos nos deparando com um aumento de políticas públicas voltadas para a promoção de saúde da população e direcionadas à atenção básica. A Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS), publicada em 2006, possui sete eixos temáticos de atuação. (BRASIL, 2006) Dentre eles, destaca-se o eixo “Prática Corporal/ Atividade Física”, que apresenta um estímulo à inserção de ações voltadas ao cuidado com o corpo e à saúde. A PNPS foi redefinida recentemente através da Portaria Nº 2.446, de 11 de novembro de 2014, e práticas corporais e atividade físicas estão entre os temas prioritários. No decorrer dos anos, surgiram outras políticas, também voltadas à promoção da saúde da população, tais como a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde (PNPIC) (BRASIL, 2006), a criação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) (BRASIL, 2009), a Instituição do Programa Academia da Saúde (BRASIL, 2011), e a Portaria Nº 1.029. (BRASIL, 2014) Essas políticas potencializaram e possibilitaram a inserção do profissional de Educação Física (PEF) no Sistema Único de Saúde (SUS).

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.