Análise da Interação Entre a Depressão e o Envelhecimento Sobre o Controle Motor

Por: G. M. Lage e L. E. A. Bicalho.

69º Reunião Anual da SBPC

Send to Kindle


Resumo

A discriminação de processos envolvidos no controle motor contribui para o entendimento da interação entre o envelhecimento e a depressão uma vez que possibilita revelar, indiretamente, diferentes disfunções cerebrais. Com essa finalidade, propomos comparar a execução de duas tarefas motoras que apresentam diferentes requisições com o instrumento Grooved Pegboard Test (GPT). Trinta e seis indivíduos com sintomas depressivos e trinta e seis controles, pareados em idade e gênero, participaram do estudo. Medidas referentes ao tempo de execução e quantidade de erro foram investigadas. Os resultados revelaram que a depressão prejudica os recursos envolvidos em ambas tarefas e que a intensidade dos sintomas é preditivo do desempenho, contextualmente. Assim, o funcionamento do lobo frontal aparenta ser determinante, em detrimento de sua contribuição nas tarefas. Há por conseguinte, implicações clínicas ao demonstrar que uma escala de depressão pode predizer a performance motora

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.