Análise da Reprodutibilidade do Illinois Agility Test Aplicado a Salonistas

Por: Claudio Alexandre Gobatto, Felipe Marroni Rasteiro, Fúlvia de Barros Manchado Gobatto, João Pedro da Cruz, Leonardo Henrique Dalcheco Messias e Rafael Lucas Cetein.

VI Congresso Sudeste de Ciências do Esporte

Send to Kindle


Resumo

Introdução: O Illinois Agility Test (IAT) tem sido demasiadamente utilizado no contexto esportivo para avaliação da agilidade. Adicionalmente, sua aplicação é vista em modalidades esportivas nas quais os deslocamentos multidirecionais são constantemente realizados, além de apresentar relação com o desempenho. No entanto, embora o Futsal apresente as características supramencionadas e exija a capacidade física agilidade, a adoção do IAT para avaliação de salonistas e a reprodutibilidade dos seus resultados ainda não foi efetuada. Adicionalmente, considerando a carência de informações científicas sobre salonistas femininas, aplicar o IAT e investigar a reprodutibilidade dos seus resultados reforça a importância desse estudo. Objetivo: O presente estudo objetivou analisar a reprodutibilidade do IAT aplicado a salonistas de ambos os sexos. Metodologia: Foram avaliados salonistas de nível universitário, sendo seis do sexo masculino (idade:18±1anos; altura:175±8cm; massa corporal:70,2±9,16kg; %gordura:7,6±1,3) e seis do sexo feminino (idade:20±2anos; altura:169±5cm; massa corporal:62,3±9,2kg; %gordura:12,3±4,5), submetidos a duas sessões de avaliação em quadra poliesportiva, separadas por 48 horas de intervalo entre si. O IAT foi aplicado em um percurso com 10 metros de comprimento por 5 metros de largura. Quatro cones demarcaram o início e término do trajeto a ser realizado. Após aviso sonoro, o protocolo foi iniciado com um deslocamento vai-e-vem (10 metros) seguido por um exercício em “zigue-zague”, o qual foi realizado em 4 cones alocados entre o início e término do teste, e por fim outro deslocamento vai-e-vem (10 metros).A medida para estimar a agilidade foi o tempo total (T.T) demandado para percorrer o percurso. Teste-t, correlação de Pearson, análise de Bland-Altman e Effect sizes (ES) foram calculados para análise da reprodutibilidade. Os dados estão exibidos em média e desvio padrão. O nível de significância foi fixado em 5%. Resultados: Além da ausência de diferença estatística, elevada e significante correlação, baixo ES e elevada concordância foram visualizados para análise de reprodutibilidade para ambos os gêneros (Homens IAT Teste= 16,9±0,3s; IAT Reteste= 16,7±0,3s; Teste-t=0,060; Pearson=0,89 / p=0,014; ES=0,45; Bland- Altman=0,17±0,34 - Mulheres IAT Teste= 18,2±0,7s; IAT Reteste= 18,4±1,0s; Teste- t= 0,256; Pearson=0,92 / p=0,008; ES=0,24; Bland-Altman= 0,22±0,84). Considerações finais: Com base nos resultados apresentados, concluímos que a estimativa da agilidade fornecida pelo IAT é reprodutível quando aplicado a adoção a salonistas de ambos os gêneros

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.