Análise das Capacidades Físicas de Mulheres com Fibromialgia Segundo o Nível de Gravidade da Enfermidade

Por: José Armando Mejía Meza, José María Heredia, Latorre Roman Pedro ánge, Manuel Delgado Fernández e Maria Aparecida Santos e Campos.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.18 - n.5 - 2012

Send to Kindle


Resumo

A fibromialgia (FM) é uma síndrome crônica que se caracteriza por dor musculoesquelética generalizada, que provoca acentuada redução na capacidade física dos pacientes afetando a sua saúde e qualidade de vida. 
OBJETIVO: Avaliar a capacidade física dos pacientes com FM relacionada com a gravidade da enfermidade. 
MÉTODO: Estudo descritivo transversal sobre uma amostra de 66 mulheres com FM (idade: 51,79 ± 8,02 anos) e um grupo de controle de mulheres saudáveis (idade 50,26 ± 8,75 anos). Analisou-se a amplitude física mediante bateria de provas físicas específicas com aplicação de questionários: Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ) e o Short-Form Healthy Survey (SF-36), na versão espanhola. 
RESULTADOS: As mulheres saudáveis apresentam os valores de amplitude física superiores aos das mulheres enfermas com (p < 0,05) exceto na prova de dinamometria manual. Exclusivamente na prova de agilidade se pôde discriminar os pacientes de FM segundo a gravidade da enfermidade (p = 0,021). A qualidade de vida nos pacientes com FM se encontra muito deteriorada em comparação (p = 0,021) com as mulheres saudáveis e os valores que normatizam a sociedade espanhola. 
CONCLUSÕES: A análise das capacidades físicas é um elemento de relevância clínica na avaliação complementar da fibromialgia

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922012000500005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.