Análise das Habilidades Motoras no Basquetebol Masculino de Acordo com a Posição do Jogador

Por: José Marinho Marques Dias Neto.

149 páginas. 1996 23/09/1996

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar as Habilidades Motoras (H.M.) de marcha (M), trote (T), corrida rápida (CR), deslocamento lateral (DL), corrida de costas (CC) e saltos (S), de acordo com a posição (armador, ala e pivô) que o jogador ocupa no jogo de basquetebol. Descreveu-se ainda a distribuição de suas ocorrências e estabeleceu-se uma relação entre o tempo de ação e os intervalos de atividades de baixa intensidade. Durante o Campeonato Carioca de Basquetebol, realizado entre agosto e dezembro de 1995, escolheu-se os jogos mais importantes das rodadas, onde foram filmados os 12 jogadores adultos (4 de cada posição) objetos deste trabalho. Uma lista contendo o tipo de H.M. e número de passadas realizadas durante os jogos foi gerada a partir da observação das fitas gravadas. Calculou-se então a amplitude das passadas dos atletas através da comparação com as distâncias fixas (linhas) da quadra. Estes dados foram processados e analisados estatisticamente por uma planilha de cálculos eletrônica e agrupados por H.M. e por posição de jogo. Como resultado verificou-se que a distância média em uma partida de basquetebol percorrida pelos jogadores da amostra foi de 3631,53 metros em 34,54 minutos (4186,55 em 40 minutos). A marcha (39% das ocorrências, 5,6 ocorrências por minuto) foi a H.M. mais utilizada, restando somente 16% (2,3 ocorrências por minuto) para a corrida rápida. Os alas percorrem por minuto distâncias superiores aos armadores e pivôs na marcha (28,55-28,49-23,51 metros por minuto, respectivamente), trote (35,40-35,11-30,92 m/min, respectivamente), na corrida rápida (34,84-28,64-28,94 m/min, respectivamente) e na corrida costas (4,85-3,62-1,51 m/min, respectivamente). Os armadores superam os demais no deslocamento lateral (12,04 metros/min., contra 10,95 metros/min. dos pivôs e 6,75 metros/min. dos alas). No entanto não foram constatadas diferenças estatisticamente significativas (p< 0,05) em nenhuma das H.M.. Existiram diferenças significativas no número de ocorrências de trote por jogo e por minuto (p

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1124&listaDetalhes%5B%5D=1124&processar=Processar

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.