Análise do Desempenho Motor de Escolares Praticantes de Futsal e Voleibol

Por: Fábio Saraiva Flôres, Priscila Lopes Cardozo, Ricardo Drews e Sara Teresinha Corazza Kroth.

Motricidade - v.9 - n.3 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi analisar o desempenho motor de escolares a partir da prática regular de futsal e voleibol. A amostra foi constituida por 60 indivíduos do sexo masculino, com idade média de 16 ± 0.4 anos, divididos em dois grupos: praticantes de futsal (GF) (n = 32) e praticantes de voleibol (GV) (n = 28). Os indivíduos analisados praticavam regularmente 2 aulas semanais de 60 minutos em suas respectivas modalidades esportivas, no período mínimo de 6 meses. Para avaliar as capacidades físico-motoras foram utilizados os protocolos de teste Shuttle Run ou Corrida do Vai-eVem de Johnson e Nelson (1979) para agilidade, software de Pereira, Teixeira, Villis, e Corazza (2009) para o tempo de reação simples e escolha, e o cinesiômetro (Paixão, 1981) e goniômetro (Hurley, Rees, & Newham, 1998) para propriocepção de membros superiores e inferiores respectivamente. Para a análise dos dados, fez-se uso da estatística inferencial, com o Teste t para amostras independentes, através do pacote estatístico SPSS versão 14.0, com nível de significância alfa de 5%. Os resultados não apresentaram diferença estatisticamente significativa entre os grupos em nenhuma capacidade físicomotora analisada. Palavras-chave: agilidade, educação física e treinamento, homem, tempo de reação, propriocepção, voleibol

Endereço: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1646-107X2013000300012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.