Análise do Centro de Pressão (cop) Durante as Execuções de Tarefas de Equilíbrio e a Sua Influência na Qualidade de Vida (qv) de Mulheres Adultas e Idosas

Por: Kleber Adams dos Santos Leal.

83 páginas. 2015 19/02/2015

Send to Kindle


Resumo

O processo de envelhecimento, notadamente nos países em desenvolvimento, muitas vezes é acompanhado de perdas significativas na Qualidade de Vida (QV), quer seja pelos aspectos circunscritos à percepção dos mesmos, quer seja em relação aos parâmetros físicos, tais como a perda da capacidade de realizar força e manter-se em equilíbrio ortostático, tarefas estas que são essenciais para as atividades cotidianas. Objetivos: avaliar o equilíbrio bipodal com olhos abertos e fechados e a transferência bipodal para unipodal com os olhos abertos e fechados, e a percepção da QV de mulheres em processo de envelhecimento. Materiais e Métodos: A amostra foi constituída por um grupo de 35 mulheres em processo de envelhecimento (acima de 45 anos de idade), sendo todas elas praticantes de atividade física regular. Para avaliar a QV foi utilizado o questionário WHOQOL-BREVE, que possui 26 questões em quatro domínios. As tarefas de equilíbrio foram bipodal olhos abertos (BOA) e fechados (BOF) durante 30 segundos e a transferência de olhos abertos (TOA) e fechados (TOF) realizadas sobre a Wii Balance Board (WBB) e a aquisição dos dados através de uma interface no software Labview. O nível de significância foi pré-fixado em 5% em todos os testes estatísticos. Resultados: Foram encontradas diferenças significantes na tarefa BOA, sendo 28,86% dos sujeitos, 15,86% na direção AP e 13% na ML e na tarefa BOF, em 25,60% dos sujeitos, sendo 17,88 % na direção AP e 7,72 % na ML. No percentual da diferença de balanço (PDB) na transferência a ΔSCOP obteve diferença de 10,55%. O índice de massa corporal (IMC) apresentou correlação significante com a fase TOA em p=0,01. Os resultados da QV apontaram que as pontuações de todos os domínios, exceto o meio ambiente, foram maiores que 70 pontos. Os outros testes estatísticos não apresentaram significância entre as tarefas e os parâmetros avaliados. Conclusão: O estudo demonstrou que o COP apresentou diferentes padrões nas situações de transferência de bipodal para unipodal. Desta forma, conclui-se que o equilíbrio corporal é afetado pela complexidade da tarefa e por indicadores antropométricos, que pode influenciar na percepção da qualidade de vida.

Endereço: https://www.unimep.br/phpg/bibdig/aluno/visualiza.php?cod=1318

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.