Análise do Conteúdo de Ginástica nos Currículos Estaduais Brasileiros

Por: Amarilis Oliveira Carvalho, Fernanda Moreto Impolcetto e .

Arquivos em Movimento - v.11 - n.1 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O objetivo desta pesquisa foi analisar o enfoque dado à ginástica nos currículos estaduais do segundo ciclo do Ensino Fundamental, além de compreender alguns indicadores relacionados à sua presença, organização, conteúdos mais indicados e o tratamento desses conteúdos nos documentos analisados. Utilizou-se como método a análise documental dos currículos de 16 Estados brasileiros. Os dados obtidos apontam a presença da ginástica em todos os documentos, com uma organização bastante diversificada entre eles, os conteúdos mais indicados relacionam-se à ginástica na perspectiva da saúde e para a competição, com tratamento privilegiado dos conteúdos na dimensão procedimental.  Conclui-se que os currículos estaduais apontam para uma perspectiva de ampliação dos conteúdos e dos olhares sobre a ginástica, ao mesmo tempo que evidenciam dificuldades relacionadas ao tratamento desse conteúdo no contexto escolar.

Referências

ACRE (Estado). Secretaria da Educação. Orientações Curriculares para o Ensino Fundamental. Caderno 1 – Educação Física. Rio Branco, 2010.

ALAGOAS (2010). Secretaria da Educação. Referencial Curricular da Educação Básica: Ensino Fundamental para as Escolas Públicas de Alagoas. Alagoas, 2010.

ALMEIDA, R. S. A ginástica na escola e na formação de professores. 2005 213f. Tese (Doutorado em Educação) Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia – Salvador, 2005.

AYOUB, E. A Ginástica Geral e Educação Física Escolar. Campinas: UNICAMP, 2003.

ANTUNES, F. H. C.; DANTAS, L. Sistematização do conhecimento declarativo em educação física escolar de 5ª a 6ª séries do ensino fundamental. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo, v.24, n.2, p. 205-21, 2010.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa. Edições 70, 2009.

BERTOLINI, C. M. Ginástica geral na escola: uma proposta pedagógica desenvolvida na rede estadual de ensino. 2005. Dissertação. 142 f. (Mestrado em Educação Física) - Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

BETTI, M; ZULIANI, L. R. Educação Física escolar: uma proposta de Diretrizes Curriculares. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte. v.I, n.1, p. 73-81, 2002.

BARROS, A. M. de. Práticas Pedagógicas em Educação Física e o tratamento da Dimensão Conceitual dos Conteúdos. 2006. 144f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Motricidade) –Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2006.

BRASIL. Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União. Brasília, DF, v. 134, n. 248, p. 27833-841, 23 dez. 1996.

BRASIL. Ministério de Educação e Desporto. Parâmetros Curriculares Nacionais: Educação Física, Brasília: MEC, 1997.

BRASIL. Ministério de Educação e Desporto. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental, Brasília: MEC, 1998.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 11ed. São Paulo: Cortez, 2010.

DARIDO, S. C. Os conteúdos da Educação Física escolar: influências, tendências, dificuldades e possibilidades. Perspectivas em Educação Física escolar. Niterói, v.2, n.1 (suplemento), p.05-25, 2001.

_______. Educação Física na escola: questões e reflexões. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003.

_________.; IMPOLCETTO, F. M.; BARROSSO, A. L. R.; RODRIGUES, H. A. Livro didático na Educação Física escolar: considerações iniciais. Motriz. Rio Claro, v. 16, n.2, p. 450-457, abr/jun, 2010.

DISTRITO FEDERAL. Secretaria da Educação. Currículo: Educação Básica: Ensino Fundamental – Séries Anos Finais. Brasília, 2010.

ESPÍRITO SANTO (Estado). Secretaria da Educação. Currículo: Educação Básica. Ensino Fundamental – Série Anos Finais. Espírito Santo, 2010.

FORQUIN, J. C. Currículo e cultura. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

GALLARDO, J. S. P. A Educação Física escolar e a ginástica geral com sentido pedagógico. In: PAOLIELLO, E. (org.) Ginástica geral: experiências e reflexões. São Paulo: Phorte, Capítulo 3, p. 79-96, 2008.

GÓIAS (Estado). Secretaria do Estado da Educação. Reorientação Curricular do 1º ao 9º ano: currículo em debate. Matrizes Curriculares. Goiânia: Governo do Estado de Goiás, 2009.

GONZÁLEZ, Fernando Jaime. Sistema de classificação dos esportes. In: REZER, Ricardo (org.) O fenômeno esportivo: ensaios crítico-reflexivos. Chapecó-SC: Argos, 2006.

GUTIERREZ, L. A. L. Formação humana e ginástica geral na Educação Física. 2008. Tese. 174 f. (Doutorado em Educação Física) - Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

IMPOLCETTO, F. M. et al.. Educação Física no Ensino Fundamental e Médio: a sistematização dos conteúdos na perspectiva de docentes universitários. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, v. 6, p. 89-109, 2007.

LIMA, D. G. Ginástica Laboral: Metodologia de Implantação de Programas com abordagem Ergonômica, Jundiaí- SP, Ed. Fontoura, 2004.

LORENZETTO, L. A.; MATTHIESEN, S. Q. Práticas corporais alternativas. 1ªed. Guanabara Koogan: Rio de Janeiro, 2008.

MARANHÃO (Estado). Secretaria da Educação. Referencial Curricular: Educação Física – 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Maranhão, 2009.

MATO GROSSO (Estado). Secretaria da Educação. Orientações Curriculares para Educação Básica do Estado de Mato Grosso. Mato Grosso, 2009.

MATO GROSSO DO SUL (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Referencial Curricular da Educação Básica da Rede Estadual de Ensino/MS – Ensino Fundamental, 2007.

MINAS GERAIS (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Proposta Curricular CBC de Educação Física. Belo Horizonte, 2009.

MOREIRA, A. F. A.; CANDAU, V. M. Currículo, conhecimento e cultura. Ministério da Educação. Secretaria de Educação, Brasília, 2008.

NUNOMURA, M.; TSUKAMOTO, M. H. Fundamentos das ginásticas. 1ª ed. Jundiaí/SP: Fontoura, 2009.

PARANÁ (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes Curriculares da Educação Básica – Educação Física. Paraná: Governo do Estado do Paraná, 2008.

PERNAMBUCO (Estado). Secretaria da Educação. Orientações Teórico-Metodológicas: Ensino Fundamental. Educação Física. Pernambuco, 2008.

PAOLIELLO, E. et al. (Orgs.). Ginástica Geral: experiências e reflexões. 1. ed. São Paulo: Phorte Editora, 2008.

RIO DE JANEIRO (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Proposta Curricular: um novo formato. Educação Física. Rio de Janeiro: Governo do Rio de Janeiro, 2010.

RIO GRANDE DO SUL (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Lições do Rio Grande: Linguagens, códigos e suas tecnologias. Artes e Educação Física. Referencial Curricular, v. 2. Porto Alegre, 2009.

RONDÔNIA (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Referencial Curricular do Estado de Rondônia Educação Física. Porto Alegre, 1998.

SAMPAIO, M. M. F. Propostas Curriculares de Estados e Municípios Brasileiros para o Ensino Fundamental e Médio. Anais do I Seminário Nacional: Currículo em Movimento – Perspectivas Atuais. Belo Horizonte, novembro de 2010.

SANTOS, J. C. E. Ginástica para todos: Elaboração de Coreografias e Organização de festivais. São Paulo: Fontoura, 2009.

SÃO PAULO (Estado) Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. Proposta Curricular de Educação Física. São Paulo: SEE, 2008.

SCHIAVON, L.; NISTA-PICCOLO, V. A ginástica vai à escola. Movimento, v.13, n.3, p.131-150, 2007.

SERGIPE (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Proposta Curricular de Educação Física. Aracaju: Departamento de Educação Física, 2007.

SOARES, C. L., et.al. Metodologia do ensino da Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

SOUZA, E. P. M.. Ginástica geral: uma área do conhecimento da Educação Física. 1997. Tese (Doutorado em Educação Física) – Faculdade de Educação física, Unicamp, Campinas, 1997.

SOUZA JÚNIOR, O. M. ; DARIDO, S. C. Dispensas das aulas de Educação Física: apontando caminhos para minimizar os efeitos das arcaica legislação. Pensar a Prática, v. 12, p. 01-12, 2009.

VENÂNCIO L.; CARREIRO E. A. Ginástica. In: DARIDO, S. C. e RANGEL, I. C. A. (orgs.). Educação Física na escola: Implicações para a prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, p. 227-243, 2005.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.

Endereço: https://revista.eefd.ufrj.br/EEFD/article/view/453

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.