Análise do Tempo de Reação a Partir do Desempenho Motor de Adolescentes Praticantes do Nado Crawl

Por: Ana Carla Piovesan, Ana Cristina Alpes, Ellen dos Santos Soares, Guilherme Ribas Smidt, Marta Rodrigues da Silva e Sara Teresinha Corazza Kroth.

Motricidade - v.11 - n.3 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O Este estudo teve como objetivo avaliar o tempo de reação simples (TRS) e de escolha (TRE) e o desempenho no nado crawl em diferentes níveis de aprendizagem. Fizeram parte deste estudo 26 sujeitos com idade média de 12.15 anos divididos em dois grupos: iniciantes (G1) e avançados (G2). Avaliou-se o tempo de reação (TR) por meio de um software e o nado crawl com o Teste de Desempenho Motor do Nado Crawl. Os resultados demonstraram diferença no TRS com média de G1 = .341s e G2 = .271s (t = ˗ 3.670; p = .001; TE= 0.60) e no TRE com média de G1= .651s e G2= . 492s (t = ˗ 4.016; p = .001; TE= 0.63), indicando que no estágio avançado os aprendizes possuem melhores tempos de resposta. Uma correlação moderada encontrou-se entre G1 (iniciante) e TRE (avançado) (r = - 0.560; p = 0.046), e G2 (avançado) e TRS (avançado) (r = - 0.685; p = 0.010). Conclui-se que o TR é importante para o sucesso na performance do nado crawl uma vez que seu aprimoramento resulta em menores gastos de tempo em indivíduos em estágio avançado.

Endereço: http://revistas.rcaap.pt/motricidade/article/view/2773

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.