Análise de documentos internacionais de promoção da saúde : possíveis contribuições para a educação física brasileira.

Por: Janine Coelho Ouriques.

2006 29/03/2006

Send to Kindle


Resumo

De forma geral, na área de atuação conhecida como Atividade Física relacionada à saúde, tem-se apropriado de conceitos e teorias que muitas vezes não são explorados suficientemente. Neste trabalho, os objetivos foram identificar pressupostos da Promoção da Saúde e analisar como eles são veiculados por essa área. Metodologicamente, foi desenvolvida análise de conteúdo, tomando-se para estudo uma carta e seis declarações internacionais de Promoção da Saúde. Como resultados, foi possível perceber a apropriação apenas parcial e limitada dos pressupostos desses documentos, tão complexos, na constituição desse campo de conhecimento e intervenção. Isto se expressa de diferentes formas: i) nos documentos, há ênfase na politização dos conceitos e das ações em saúde, fato aparentemente não vivenciado pelas hegemonias da Atividade Física relacionada à saúde, parecendo prevalecer uma pretensa neutralidade científica para propor adoção de estilo de vida ativo; ii) menciona-se nos documentos que os condicionantes políticos, sociais e econômicos são fundamentais para se falar em saúde, enquanto que em nossa área esses contextos não são abordados efetivamente e iii) no plano internacional, recomendam-se ações comunitárias, devendo-se capacitar indivíduos e coletivos a terem maior poder e participação na tomada de decisão sobre a saúde, enquanto na nossa área ainda prevalecem as ações individuais, destacando-se as abordagens comportamental e biológica. A importância da apreciação cuidadosa desses documentos para reorientação política de nossa área mostrou-se fundamental, o que pressupõe a problematização de questões já amplamente debatidas no Campo da Saúde.

Endereço: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/88972

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.