Análise do Efeito do Treinamento e da Maturação Sexual Sobre o Somatotipo de Jovens Futebolistas

Por: Arnaldo Luis Mortatti e .

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.9 - n.1 - 2007

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve como objetivo analisar as possíveis alterações nos componentes do somatotipo de jovens do sexo masculino, inseridos em um programa de treinamento sistematizado no futebol, considerando o grau de maturação em comparação com indivíduos não treinados. A amostra utilizada constituiu-se de 39 sujeitos, de 11 a 13 anos de idade, e foi dividida em dois grupos: grupo treinado com 22 sujeitos e grupo não treinado com 17 sujeitos. Para a avaliação do somatotipo, utilizou-se o método descrito por Heath-Carter, que se caracteriza pela avaliação de variáveis antropométricas e, para a determinação do estágio maturacional dos grupos, foram utilizados os procedimentos descritos por Tanner (1962). Quanto à verifi cação do efeito do treinamento e da maturação, bem como da interação entre eles, em relação aos resultados das variáveis estudadas, foram utilizados a ANOVA TWO-WAY e o teste “Pos-Hoc de Tukey” para identifi cação das possíveis diferenças significativas entre as médias. Os resultados indicaram que não houve diferença entre os grupos avaliados e também não houve infl uência da maturação no somatotipo dos avaliados (p<0,05). Com base nesses resultados, pôde-se concluir que o treinamento intenso no futebol, realizado pela amostra estudada, não interferiu nos componentes da composição corporal, de forma a alterá-la signifi cativamente, em relação a indivíduos que não participam de nenhum tipo de treinamento sistematizado.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/4036

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.