Analise Eletromiografica dos Musculos Reto Abdominal e Obliquo Externo, em Crianças na Faixa Etaria de 08 a 10 Anos

Por: .

1993 11/05/1993

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste trabalho foi estudar através da eletromiografia os músculos reto abdominal -porções supra e infra-umbilical; oblíquo externo - porções anterior e posterior, em crianças na faixa etária de 08 a 10 anos, praticantes de ginástica artística e ginástica rítmica desportiva em nível de treinamento e de aprendizado, durante a execução de exercícios abdominais na posição de decúbito dorsal, no solo e com prancha. As crianças foram divididas em dois grupos, sendo, Grupo I - 10 crianças treinadas, e Grupo II - 19 crianças de aprendizado. As integrantes do Grupo I treinam em média 5 vezes por semana e as do Grupo 11 treinam 2 vezes por semana. Os exercícios analisados foram: solo - elevação das pernas a 30 cm, 20 cm e 10 cm de altura com joelhos flexionados a 90 graus; flexão do tronco mantendo-se as pernas elevadas e joelhos flexionados; flexão do tronco com rotação homo e heterolateral do tronco com as pernas elevadas e joelhos flexionados. Prancha - flexão do tronco com joelhos flexionados a 90 graus sobre prancha inclinada 30 cm, 20 cm e 10 cm; flexão do tronco com rotação do tronco homo e heterolateral com joelhos flexionados em prancha inclinada 30 cm, 20 cm e 10 cm. Os resultados mostraram que a porção supra-umbilical do músculo reto abdominal apresentou potenciais de ação mais intensos que a porção infra-umbilical; os potenciais de ação mais intensos ocorreram na flexão do tronco e na flexão do tronco com rotação homo e heterolateral. A porção anterior do músculo oblíquo externo apresentou potenciais de ação mais intensos que a porção posterior; os potenciais de ação mais intensos ocorreram na flexão do tronco e na flexão do tronco com rotação heterolateral. Em ambos os músculos, os potenciais de ação mais intensos ocorreram entre 45 e 60 graus de flexão do tronco; as crianças do Grupo I apresentaram potenciais de ação mais intensos do que as do Grupo II; o exercício de elevação das pernas flexionadas não se mostrou eficaz para o fortalecimento da musculatura abdominal analisada.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000065559&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.