Análise Eletromiográfica dos Músculos Reto Femoral, Bíceps Femoral, Reto Abdominal e Eretores da Espinha nas Posturas Rã no Ar e Bailarina do Rpg

Por: A. C. S. Zuntini, C. C. Macedo, Carlos Alberto Kelencz, F. Renzo e M. P. Chemello.

XIV Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Objetivos:
Analisar através da eletromiografia de superfície, o grau de ativação elétrica dos músculos reto femoral, bíceps femoral, reto abdominal e eretores da espinha durante a realização do método de Reeducação Postural Global (RPG) nas posições bailarina e rã no ar.

Métodos e Resultados:
A presente pesquisa foi realizada na clínica escola de fisioterapia do UNIÍTALO. Participaram deste estudo 8 universitárias do curso de Fisioterapia, com idade entre 17 e 40 anos. Para os registros dos sinais eletromiográficos, utilizamos um sistema de aquisição de sinais biológicos, de oito canais da marca EMG SYSTEM DO BRASIL LTDA. Os sinais eletromiográficos captados foram armazenados em um computador padrão para análise. Na coleta do sinal EMG foram utilizados eletrodos auto-adesivos descartáveis. O teste t de Student para duas amostras independentes foi utilizado para esta comparação, com valores significativos para P< 0.05. Os resultados obtidos neste estudo mostraram que na posição bailarina o músculo que mais obteve ativação muscular foi o bíceps femoral, enquanto que na posição rã no ar foi o músculo eretor lombar. Na posição bailarina o músculo que menos obteve ativação muscular foi o reto do abdome, enquanto que na posição rã no ar o bíceps femoral foi o menos ativo.

Conclusão:
Os resultados da EMG não apresentaram um padrão de recrutamento muscular homogêneo ou altos valores que pudessem confirmar sua importância para o trabalho de força muscular. Conclui-se que os benefícios proporcionados pela técnica de RPG estejam ligados principalmente ao ganho de flexibilidade e não ao fortalecimento muscular.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.