Análise da Força de Preensão Manual em Idosos Praticantes e Não Praticantes de Exercícios Físicos Regulares

Por: Luiz Augusto Oliveira Belmonte.

2007

Send to Kindle


Resumo

Introdução: A preensão manual é uma tarefa muito comum no dia-a-dia. Para agarrar ou segurar qualquer objeto com as mãos e manipulá-lo é necessário um mínimo de força e destreza. Em idosos, em decorrência do processo natural do envelhecimento e da perda da força muscular, parâmetros biomecânicos de preensão manual podem ser empregados como indicadores de força total do corpo, independência e qualidade de vida. Objetivo: verificar se existe influência da dominância de membros superiores e da prática de exercícios físicos regulares nos parâmetros de força (Fmáx, %F, Ffinal.) e tempo (ICM, Δt) obtidos de curvas de força vs tempo em movimento de preensão manual contínuo. Materiais e métodos: participaram do estudo 36 sujeitos divididos em praticantes e não-praticantes de exercício físico regular,com média de idade de 66,5 ± 4,8 anos entre as mulheres e de 68,8 ± 6,8 entre os homens. Para a coleta dos dados foi utilizado um dinamômetro de preensão manual digital desenvolvido pelo Laboratório de Instrumentação da UDESC, com empunhaduras podendo ser ajustadas entre 4,5 e 5,5 cm. O protocolo consistiu da realização de um movimento de preensão manual contínuo, com duração de 30s. Cada coleta foi efetuada duas vezes com cada mão, com intervalo de no mínimo 3 minutos entre as mesmas. O início e o término da coleta foram conduzidos de acordo com os comandos visuais dados pelo programa de preensão manual. O posicionamento dos sujeitos foi baseado no protocolo da Sociedade Americana de Terapia da mão. Resultados: Nas mulheres foi verificado que a prática de exercício físico regular tem influência estatisticamente significativa nas variáveis Fmáx, Ffinal e Icm na mão dominante e nos homens, na variável Ffinal somente na mão não dominante. Conclusão: Nas mulheres a prática de exercícios físicos regulares pode influenciar nas variáveis de força e tempo sugerindo que o exercício físico diminui as perdas decorrentes da idade e nos homens neste estudo não foi verificado diferença.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.