Análise de Informações Associadas a Testes de Potência Anaeróbia em Atletas Jovens de Diferentes Modalidades Esportivas

Por: Alexandre Castro Alves, Fernanda Fernandes, Francimara de Arruda Silva, Hélcio Rossi Gonçalves, e Thiago Antonio Valoto.

Arquivos de Ciências da Saúde da Unipar - v.11 - n.2 - 2007

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi estabelecer valores de correlação entre diferentes testes de potência anaeróbia (Test RAST, em quadra e campo; Wingate; Impulsão Horizontal e Vertical) em atletas jovens de diferentes modalidades esportivas. Para isso, utilizou-se de uma amostra de 159 atletas, sendo 57 do gênero feminino e 102 do masculino, distribuídos nas modalidades de futsal (m/f), vôlei (m/f), futebol (m) e basquete (m). Os dados coletados envolvem estatura, peso corporal, percentual de gordura, os resultados dos teste s RAST(grama e quadra), de impulsão horizontal e vertical e Wingate 30 seg. Procedimentos descritivos, análise de correlação (Pearson) e níveis de significância foram utilizados, bem como a análise de variância do tipo “two way”, com interação acompanhada do teste de comparações múltiplas “post-hoc” de Scheffé para os valores da estatística “F”. Os resultados indicaram poucas diferenças entre as variávei s nas diferentes modalidades em cada um dos gêneros e valores de correlação entre os testes considerados muitas vezes “excelentes” (r = 0,90 a 0,99). Concluímos que o conjunto de dados obtidos mostra que, do ponto de vista da estatística, o teste RAST em campo e o Wingate poderiam ser facilmente substituídos pelo teste RAST em quadra, sem perder a confiabilidade da obtenção de uma medida essencial para o treinamento desta variável motora.
 

Endereço: http://revistas.unipar.br/saude/article/view/1521/1336

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.