Análise da Percepção de Qualidade de Vida de Jogadores de Voleibol: Uma Comparação Entre Gêneros

Por: Renata de Andrade Cunha.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.22 - n.4 - 2008

Send to Kindle


Resumo

O objetivo desse estudo foi analisar e comparar a ercepção de qualidade de vida entre atletas de voleibol os gêneros feminino e masculino. Participaram desse estudo, 70 atletas (média de idade de 16,68 ± 2,63 anos). O instrumento utilizado foi o Questionário de Qualidade e Vida para Atletas. A consistência interna foi superior a 0,87. Com relação aos fatores que favorecem a ualidade de vida no ambiente de treinamento, o teste Mann Whitney indicou diferença significativa nas ituações "união de grupo" e "intervalos adequados de descanso/recuperação", com maiores médias para as ulheres. Diferenças significativas também foram observadas nas seguintes situações que podem prejudicar a ualidade de vida no treinamento: "lesões", "problemas de relacionamento social" e "problemas de aúde", com médias superiores para os homens. Com relação às situações que favorecem a qualidade de vida no mbiente competitivo, diferença significativa foi encontrada na situação "bom planejamento/periodização das competições", com média maior para as mulheres. Ao se verificarem as situações que podem prejudicar a ualidade de vida nas competições, houve diferença significativa nas situações "lesões", "falta de reparo físico" e "problemas de saúde", com médias maiores para os homens. Conclui-se que, tanto no ambiente de treinamento quanto no de competição, as mulheres se preocupam mais com fatores ligados à strutura organizacional esportiva e os homens, mais com aspectos biológicos. A adoção de medidas direcionadas cada gênero que contemplem os aspectos citados pode contribuir para a melhoria da qualidade de ida e do rendimento esportivo dos atletas.

Endereço: http://www.revistasusp.sibi.usp.br/pdf/rbefe/v22n4/v22n4a07.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.