Análise do Perfil do Gestor Esportivo nas Instituições de Ensino Superior do Estado de Pernambuco

Por: Ângelo de Andrade Rodrigues dos Santos, Antônio Vinicius Neves Barbosa, , e .

1º Congresso Internacional Sobre Gestão do Esporte e 4º Congresso Brasileiro Sobre Gestão do Esporte

Send to Kindle


Resumo

Nos últimos anos a sociedade brasileira vem debatendo com maior afinco a gestão esportiva, mediante o calendário esportivo mundial que define no período de 2007 a 2016 uma série de eventos e megaeventos com terão sede no país. Para o estabelecimento deste cenário coube ao sistema político nacional evidenciar, de acordo com as suas possibilidades e interesses, a riqueza cultural do Brasil, enfatizando a diversidade de seu povo historicamente construída com base nos costumes das diversas raças que outrora aqui aportaram. Apesar deste enaltecimento às potencialidades culturais da nação torna-se inevitável questionar o status da capacidade atual de seus recursos humanos e estruturais que, ao interagirem, deverão ser ao menos suficientemente capazes de conferir o almejado sentido à execução de tais eventos. Diante deste incerto cenário emerge a pauta da necessidade de qualificação profissional dos gestores esportivos como prerrogativa ao exercício da competência técnica imprescindível ao trato do Esporte no âmbito proposto. A formação acadêmica neste sentido tende a partir do pressuposto de que as Universidades do país devem reconhecer na práxis pedagógica possibilitada a partir do conceito de extensão universitária a possibilidade concreta de sustentação da tal qualificação. Para tanto, a vivência das atividades extracurriculares no período de graduação considerando todos elementos importantes colocados até então sob a temática abordada perpassa inevitavelmente pela relação com a lógica funcional das Associações Atléticas Acadêmicas, entidades estudantis de base consideradas as "células micro" do sistema desportivo universitário nacional detentoras da missão de fomentar e promover a partir de diversas iniciativas o Esporte no ambiente universitário. Como forma de contemplar o debate nesta esfera do conhecimento este trabalho tem por objetivo descrever as experiências de gestão no período de 2008 a 2010 da Associação Atlética Acadêmica da Escola Superior de Educação Física da Universidade de Pernambuco. Como forma de delinear a perspectiva metodológica do trabalho ainda em fase de execução inicialmente caracterizou-se o cenário que definiu todo o envolvimento do sujeito com a citada Associação, evidenciando as bases institucionais, condições, motivos e perspectivas para tanto, posteriormente, as ações da gestão sob os princípios e elementos da gestão propostos por López e Luna-Arocas (2000) e para em seguida serem analisados os desdobramentos das ações desencadeadas, elucidando os aspectos positivos, negativos e capacidade de replicar as ações em outras realidades afins, bem como a identificar a relevância da experiência na formação profissional do então graduando.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.