Análise Prática da Flexibilidade de Alunos do Ensino Fundamental e Sua Relação com a Educação Física

Por: Alan Gomes da Rocha Gonçalves, Alessandro de Oliveira Silva, Carlos Lemos de Moura, Jéssica Caroline da Silva Borges, Marcelo G. Bóia do Nascimento, Márcio R. Mota e Renata A. Elias Dantas.

XXXV Simpósio Internacional de Ciências do Esporte - SIMPOCE

Send to Kindle


Resumo

Introdução: A flexibilidade define-se como a capacidade de fazer movimentos com força e desenvoltura, mantendo o grau de extensão da musculatura (Hey ward, 1984). A flexibilidade tem a importância para a mobilidade, desenvolvimento das habilidades da criança e manter os níveis de aptidão. Sua manutenção é imprescindível à atuação do professor de Educação Física Objetivo: Analisar os níveis de flexibilidade em estudantes de ambos os sexos em uma escola particular na cidade de Brasília, região administrativa do Paranoá-DF. O estudo comparou os níveis de flexibilidade de crianças com diferentes idades. Além disso, procurou-se relacionar os resultados com as aulas de Educação Física.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.