Analise Preliminar da Adequação do Teste de Proficiencia Motora de Bruininks-oseretsky

Por: Maura Monteiro de Moraes.

115 páginas. 1990 11/04/1990

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve como principal objetivo, examinar, em uma análise preliminar, a adequação do teste de proficiência motora de Bruininks-Oseretsky. A amostragem foi constituída por escolares em faixa etária compreendida entre 4 e meio e 14 e meio e, por questão de representatividade normativa, as mesmas foram selecionadas com referência a "status" social. A amostragem totalizou 340 crianças divididas por faixa etária, nível social e sexo em 25 grupos. Em todos os grupos foi aplicada a bateria de habilidade motora de Bruininks-Oseretsky, composta de 14 testes, propondo medir a coordenação bilateral, coordenação visual motora, equilíbrio e habilidade de destreza. Os dados relativos aos testes aplicados foram analisados através de uma análise de variância comparativa de cada faixa etária nos diferentes grupos de habilidades testadas. Sexo e nível sócio-econômico constituíram as variáveis independentes e o número de pontos obtidos nos testes a dependente. As análises revelaram como resultados principais a não diferença significativa nos resultados nos testes dos diferentes níveis sócio-econômicos e nos diferentes sexos. Revelou-se também que alunos brasileiros comparados à tabela normativa de alunos americanos mostraram-se equilibrados em termos de habilidade motora geral. Os resultados foram discutidos como indicando o teste de Bruininks como adequado à mensuração da proficiência motora da criança brasileira na população em referência no estudo.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=126&listaDetalhes%5B%5D=126&processar=Processar

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.