Analise do Processo de Rastreamento Automatico de Jogadores em Esportes Coletivos

Por: Milton Shoiti Misuta.

2009 05/02/2009

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste trabalho foi analisar o processo de rastreamento automático de jogadores implementado no Sistema Dvideo em esportes coletivos. Os objetivos específicos consistiram em analisar os processos de aquisição, calibração/reconstrução e medição automática. Para isto, a análise foi realizada com base em 5 jogos de futebol em quatro diferentes estádios. Sendo que os jogos do mesmo estádio referem-se a um jogo diurno e um jogo noturno. O método foi aplicado, também, em um jogo de handebol. A eterminação de um fator (ângulo beta) relacionado ao posicionamento da câmera possibilitou a caracterização do mesmo em diferentes estádios e apresentou-se como um parâmetro objetivo de comparação para os variados locais de filmagem. A calibração realizada neste trabalho apresentou boa acurácia e confiabilidade, pois apresentou erro médio de 0,2 (±0,1)m na determinação da posição e erro médio de 0,3 (±0,1)% na determinação da distância percorrida dos jogadores (n=10). O percentual de rastreamento automático para os cinco jogos de futebol foi de J-1 (93,8%), J-2 (84,8%), J-3 (88,5%), J-4 (77,6%) e J-5 (86,0%). Nos cinco jogos analisados, o erro médio encontrado na determinação de distância percorrida dos jogadores (n=50) foi de 2,2 (±1,7)%. O resultado da Three-way ANOVA mostrou que o fator ângulo beta influiu significativamente na taxa de rastreamento automático. Esta influência está baseada no fato de que valores baixos do ângulo beta estão relacionados à maior incidência das situações de junção entre jogadores. O percentual de automatização (66%) foi mais baixo para o handebol, mas é um importante resultado visando o desenvolvimento do método para ser aplicado em diferentes modalidades coletivas. A avaliação de cada processo realizada neste estudo trouxe resultados consistentes pelo percentual de automatização apresentado, pelos valores encontrados dos erros aceitáveis e comparáveis aos valores relatados na literatura e pelo fato de que todas as partidas oficiais foram de campeonatos da primeira divisão do futebol brasileiro. Considerando a taxa de rastreamento automático médio de 86,1% e o erro relativo na determinação da distância percorrida de 2,2 (±1,7)%, podese inferir que os resultados experimentais desse estudo mostraram a aplicabilidade, a confiabilidade e a consistência do referido método, diante de diferentes condições apresentadas nos cinco jogos para a obtenção da trajetória dos jogadores. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000439210&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.