Análise da Suplementação Nutricional dos Atletas da Seleção Brasiliense de Karatê

Por: Michel Santos Silva e Michel Soares de Carvalho.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.24 - n.1 - 2002

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho teve como objetivo verificar a utilização e o conhecimento de suplementos nutricionais pelos atletas da Seleção Brasiliense de Karatê. A amostra foi composta de 30
atletas da Seleção Brasilense de Karatê na faixa etária de 14 a 30 anos, sendo 19 do sexo masculino e 11 do sexo feminino. O instrumento de verificação utilizado foi um questionário com perguntas abertas e fechadas. Observou-se que a maioria dos indivíduos possui algum conhecimento informal sobre suplementos. De acordo com a utilização, 80% dos indivíduos já utilizaram algum tipo de suplemento; dentre os que nunca utilizaram, a maioria observada foi do sexo feminino, pois a falta de informação e o receio de fazer o uso de suplementos são fatores que contribuem para que a mulher não os usem. A creatina foi o tipo de suplemento
mais utilizado pelos indivíduos observados; a prescrição foi, na maioria dos casos, por conta própria e não passando de um mês o tempo de utilização. Dentre os principais motivos de utilização observados, temos o ganho de massa muscular e como benefício o ganho de peso seguido do aumento de força. Em relação aos efeitos adversos, verificou-se que estes não ocorreram em 84% dos casos; os efeitos manifestados em 16% dos casos variaram de tonturas ou sonolência a diarréias e vômitos. O mais preocupante nesse estudo foi o fato de que a maioria dos indivíduos faz uma autoprescrição de suplementos alimentares, talvez
devido à falta de conhecimento apropriado, pois não procuram orientação profissional adequada. O mau uso de suplementos pode acabar trazendo problemas tanto para o desempenho físico como para o equilíbrio funcional do próprio organism

Endereço: http://rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/346

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.