Análise Transversal da Estrutura óssea e Parâmetros Hematológicos em Futebolistas Profissionais

Por: Thiago Santi Maria.

2013 19/02/2013

Send to Kindle


Resumo

A análise das variáveis de composição corporal, desempenho físico, estrutura óssea e de marcadores sanguíneos em diferentes períodos e situações em futebolistas profissionais, é um fator de extrema importância quando se busca a manutenção do desempenho, na perspectiva da carreira desportiva de atletas ao longo dos anos e na prevenção das lesões neste esporte. Os objetivos deste estudo foram: comparar a estrutura óssea dos jogadores profissionais de raça branca e negra no início do período competitivo; e, descrever e comparar os parâmetros hematológicos dos jogadores profissionais em função da posição de jogo e determinar a prevalência de anemia. Participaram desta análise 38 futebolistas profissionais, nas faixas etárias de 19 a 33 anos, pertencentes a um clube profissional da primeira divisão do futebol brasileiro. Foram analisados os indicadores da composição corporal, o indicador de desempenho físico, os indicadores de qualidade e quantidade óssea e os parâmetros hematológicos. O desempenho físico foi explorado no indicador de potência aeróbia (VO2máx), através do teste de campo específico: Yo-Yo Intermittent Recovery Test nível 2. As variáveis que caracterizaram a composição corporal foram: Massa de Gordura (MG); Estatura (EST) e Percentual de Gordura (%G), através de medidas de massa corporal, comprimentos e dobras cutâneas. Os participantes foram submetidos ao ultra-som qualitativo das falanges da mão não dominante para se verificar a qualidade e quantidade óssea (AD-SoS e UBPI). Os parâmetros hematológicos foram analisados através de exame de sangue intravenoso em jejum. A experiência e o tempo de treinamento foram compreendidos na quantidade de anos de treinamento vivenciados pelos futebolistas. Os resultados encontrados indicam que os jogadores profissionais de raça negra apresentam uma melhor estrutura óssea em suas falanges da mão não dominante em relação aos de raça branca, e que não há diferenças nos parâmetros hematológicos dos jogadores de diferentes posições táticas, bem como não há prevalência de anemia nestes futebolistas profissionais.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000902832&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.