Animação Cultural no Rodeio

Por: Jean Cléverson Moraes.

201 páginas. 2015 26/02/2015

Send to Kindle


Resumo

Resumo: Este estudo descreveu a animação cultural no rodeio, caracterizando-a a partir das representações e práticas de seus produtores. O trabalho empírico foi alcançado por meio de observação participante no Rodeio de Colorado e entrevistas semi estruturadas junto a 12 animadores de rodeio. As festas de peão se constituem como oferta de lazer e propiciam quatro esferas de sociabilidade: 1) o espaço extra-muros do parque; 2) a feira; 3) o esporte; 4) os shows. No âmbito do rodeio, há presença de profissionais cuja função é animar a fruição daquele esporte. O rodeio em touros é o principal mote das animações, mas os perigos dessa modalidade acarretaram em diminuição das performances corporais dos animadores. O enfoque vem sendo proporcionar uma experiência de exaltação em massa. Em conseqüência das mudanças advindas no modo de produção do espetáculo, os animadores passaram a buscar mais recursos nas tecnologias e na gestão dos riscos. Com destaque para a figura do locutor, os animadores mediam o consumo do esporte na forma espetáculo, sendo as principais atividades informar, direcionar a atenção, incitar emoções na fruição das performances dos atletas e entreter o público com interatividade. Para tanto, a animação de rodeio possui um modo de fazer singular de diálogo com o público, valendo-se da combinação de elementos arcaicos da cultura rural com tecnologias do entretenimento moderno.

Endereço: http://nou-rau.uem.br/nou-rau/document/?code=vtls000220765

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.