Aplicação da Ledterapia e Crioterapia Como Métodos de Recuperação Ao Exercício de Natação em Ratos Wistar: Análise Anti-inflamatória e Ergogênica

Por: Vanessa Batista da Costa Santos.

65 páginas. 2014 15/07/2014

Send to Kindle


Resumo

Exercícios de alta intensidade e exercícios prolongados, podem levar a danos musculares que causam reações inflamatórias e altos níveis de marcadores de lesão muscular, levando a fadiga. Assim, estratégias que acelerem a recuperação são de extrema importância para o desempenho e o bem estar do esportista. O objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos anti-inflamatórios e ergogênicos, da fototerapia e da crioimersão como métodos de recuperação ao exercício de natação de ratos Wistar, tanto na aplicação única como sucessiva. Para isso foram realizados dois estudos, sendo o primeiro com o objetivo de analisar os efeitos de uma única aplicação dos métodos de recuperação. Esse estudo consistiu de duas fases, a primeira foi para análise dos danos celulares causados pelo exercício, utilizou 29 ratos que realizaram 45 minutos de natação, seguido da aplicação dos métodos de recuperação (LEDterapia, recuperação passiva ou crioterapia), e logo após realizaram uma nova série de natação por 45 minutos. Na segunda fase do estudo, para análise dos efeitos ergogênicos, 22 ratos foram submetidos a 45 minutos de natação, seguidos da aplicação das modalidades de recuperação e logo após realizaram um teste de desempenho até a exaustão. Os resultados do primeiro estudo demonstraram que tanto a LEDterapia quanto a crioterapia melhoraram o desempenho, entretanto a terapia com LED foi mais eficaz na redução dos danos musculares provocados pelo exercício. O segundo estudo, foi realizado para avaliar os efeitos de aplicações consecutivas dos métodos de recuperação, consistindo da aplicação diária da crioimersão, LEDterapia ou a recuperação passiva logo após o término das sessões de exercício de um programa de treinamento de natação com 30 dias de duração. Foram utilizados 35 ratos, divididos em cinco grupos: controle (CO), controle com teste de exaustão (CE), recuperação passiva (RP), crioimersão (CRIO) e LEDterapia (LED). Após o término das sessões de treinamento, os animais foram submetidos aos métodos de recuperação de acordo com o seu grupo. O grupo CO apresentou diferença significativa para o peso relativo do músculo gastrocnêmio, quando comparado ao grupo RP. A análise histológica do músculo sóleo e gastrocnêmio mostrou que o grupo CE apresentou o maior número de necrose, enquanto no grupo RP foi encontrado a maior frequência de edema, inflamação e células inflamatórias. A crioimersão e a LEDterapia foram eficazes na redução do edema e da inflamação muscular. Entretanto, nenhum dos métodos estudados mostrou diferenças significativas durante o teste de exaustão. Assim, os dados do segundo estudo sugerem que as aplicações sucessivas dos métodos de recuperação não alteram o desempenho durante o exercício, no entanto, diminuim as reações inflamatórias, o edema e previnem a necrose muscular. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000193526

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.