Aplicabilidade do índice Adiposidade Corporal na Estimativa do Percentual de Gordura de Jovens Mulheres Brasileiras

Por: Fernando Policarpo Barbosa, Jennifer Dias, Joel Alves Lamounier, Márcia de ávila, Reginaldo Gonçalves e Vinicius de Oliveira Damasceno.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.20 - n.1 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Introdução: A estimativa da composição corporal é um campo de estudo importante no prognóstico e diagnóstico de enfermidades degenerativas. Objetivo: Analisar a aplicabilidade do Índice de adiposidade corporal (IAC) e o método de dobras cutâneas. Métodos: A amostra foi constituída por 19 adultas jovens com média de idade 24,53 ± 2,65 anos, submetidas à avaliação antropométrica (circunferências e dobras cutâneas) e absorsiometria por dupla emissão de raio X (DXA). Os valores estimados foram comparados ao valor de referência por meio do teste t pareado e pela análise do nível de associação entre os métodos pela correlação de Pearson; o nível de significância foi p < 0,05. Resultados: Não apontaram diferenças significativas entre o percentual de gordura estimado pelo IAC e os valores de referência, porém, tiveram nível de associação moderado (r = 0,627). No entanto, o método de dobras cutâneas apresentou diferença estatística significante (p > 0,05) com nível de associação forte (r = 0,879). Conclusão: Embora o IAC não apresente diferença para os valores estimados, fica evidente a necessidade de mais estudos sobre a aplicabilidade do método na população brasileira.
 

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=1517-869220140002&lng=pt&nrm=iso

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.