Aplicação da Técnica de Estabilização Rítmica em Membros Inferiores Para a Prevenção de Lesões Musculoesqueléticas em Atletas de Futsal.

Por: Marcel Bello.

2005 16/12/2005

Send to Kindle


Resumo

O alongamento passivo aparece no contexto esportivo como um dos principais procedimentos utilizados pela Educação Física com a finalidade da melhora da amplitude de movimento (ADM) e prevenir lesões. A estabilização rítmica (ER), uma técnica da facilitação neuromuscular proprioceptiva, utiliza a contração isométrica alternada de músculos agonistas e antagonistas para estabilizar uma articulação e equilibrar os músculos, pois envolve a participação do fuso neuromuscular, atuando na integridade do músculo. Entretanto, a literatura não registra trabalhos sobre o uso desta técnica como possibilidade de prevenir lesões musculoesqueléticas. O futsal, um dos esportes mais praticados no Brasil, exige grande performance física de seus atletas, o que, por sua vez, pode levar a lesões musculoesqueléticas, principalmente de membros inferiores. Assim, o presente estudo teve como objetivo aplicar a técnica de ER para membros inferiores em atletas de futsal a fim de verificar se esta técnica previne lesões musculoesqueléticas, comparados a técnica de alongamento passivo. Foram estudados 14 atletas divididos em dois grupos, aplicando a técnica de ER 3 vezes por semana, durante um período de quatro meses, após os treinamentos. A ADM de flexão ativa da articulação do quadril foi avaliada a fim de verificar se houve aumento nas medidas. Os resultados demonstraram que a ER teve a mesma eficácia que o alongamento passivo na prevenção de lesões, embora não tendo ocorrido aumento significativo da ADM. Na opinião dos atletas submetidos a técnica de ER, ela seria eficiente para prevenir lesões musculoesqueléticas no futsal.

Endereço: http://www.usjt.br/biblioteca/mono_disser/mono_diss/2006_008_belo.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.