Aprendizagem Significativa e o Ensino de Conceitos na Educação Física Escolar: Um Estudo com os Jogos Olímpicos

Por: Natália Kohatsu Quintilio.

2014 21/03/2014

Send to Kindle


Resumo

A Teoria Educacional de Novak afirma que a aprendizagem significativa integra o pensar, sentir e agir em busca do empoderamento humano para o compromisso e a responsabilidade em aprender. Ela considera o aluno, o professor, o conhecimento, o contexto e a avaliação como elementos fundamentais da educação. A aprendizagem significativa deriva da Teoria de aprendizagem de Ausubel e resulta da relação do novo conhecimento com o existente na estrutura cognitiva. Para que ela ocorra, é necessário conhecimento prévio relevante, material instrucional potencialmente significativo e disposição do aluno em aprender desta forma. Novak e seu grupo de estudos ainda desenvolveram os mapas conceituais com o objetivo de acompanhar e entender como as crianças compreendiam a ciência. Eles são uma ferramenta gráfica de pesquisa, ensino, aprendizagem e avaliação, caracterizados pela estrutura hierárquica e capacidade de buscar e caracterizar ligações cruzadas e exemplos, facilitando a aprendizagem significativa, com vistas ao pensamento criativo. A educação física, no cenário atual, é uma disciplina inserida no currículo escolar brasileiro e vai muito além do ensino de habilidades motoras e melhora das capacidades físicas, integrando os aspectos motor, cognitivo e afetivo. Sendo assim, seu conhecimento precisa ser organizado e sua aprendizagem também pode, e deve, vir a ser significativa. Portanto, tal trabalho teve como objetivo verificar a influência de um planejamento instrucional baseado nas premissas da aprendizagem significativa que utiliza os mapas conceituais e outros recursos didáticos na aprendizagem de conceitos. Para atingir este objetivo, os alunos responderam a um questionário, pré e pós-intervenção, com a finalidade de verificar o avanço na compreensão dos conceitos e fizeram um mapa conceitual, nos dois momentos, para representar como os conceitos estavam organizados na estrutura cognitiva. Os resultados demonstraram que, num total de 49 alunos, 34,69% (n=17) avançaram na questão 1; 24,48% (n=12) avançaram na questão 2; 6,12% (n=3) avançaram na questão 3; 12,24% (n=6) avançaram na quarta questão; 38,77% (n=19) melhoraram na quinta questão; 30,61% (n=15) avançaram na questão 6; na sétima questão houve um aumento da frequência dos exemplos considerados mais refinados e 55,10% (n=27) avançaram na oitava questão. Com relação aos mapas, 32,65% (n=16) melhoram a qualidade dos mesmos em relação ao construído pré-intervenção. Em termos gerais, os resultados permitem concluir que houve melhora na compreensão dos conceitos relativos aos jogos olímpicos após a intervenção, organizada sob os princípios da Teoria Educacional de Novak e que novas ferramentas de ensino e aprendizagem devem fazer parte da educação física escolar

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39133/tde-21052014-132141/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.