Apropriações de Sentidos de Um Grupo Cultural de Cantigas de Roda

Por: Adriana Dias Gomide Araújo.

203 páginas. 2014 27/02/2014

Send to Kindle


Resumo

A pesquisa reconstrói a história do Grupo Cultural Meninas de Sinhá formado, majoritariamente, por mulheres negras, da terceira idade, moradoras de uma favela da cidade de Belo Horizonte, que conquistaram reconhecimento com a prática de difusão das cantigas de roda. A reconstrução da trajetória de desenvolvimento do grupo teve como principal suporte metodológico a história oral e o diálogo com outras pesquisas. As mudanças ocorridas a partir da vivência de uma prática mais ritualística para uma prática burilada pela produção cultural ampliaram o reconhecimento do grupo. Portanto, a análise da prática é realizada pelos seus elementos constitutivos: o mito fundador, a ciranda, a dança, a música e a produção cultural. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000932291&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.