Apropriando-se da Chama Olímpica: a Corrida de Revezamento do Fogo Simbólico em Porto Alegre – Brasil (1938-1947)

Por: , e .

Revista da Educação Física - UEM - v.22 - n.1 - 2011

Send to Kindle


Resumo

A Corrida do Fogo Simbólico da Pátria (CFS) é uma prática cultural que é exercida desde 1938 junto com as demais comemorações da Semana da Pátria durante os festejos da independência do Brasil. Nosso estudo situa-se na dimensão da História Cultural e tem como objetivo compreender como foi inventada a Corrida do Fogo Simbólico da Pátria na cidade de Porto Alegre e como ela se desenvolveu no período de 1938 a 1947. Com base em fontes impressas e orais, compreendemos que a CFS pode ser considerada uma apropriação da Corrida de Revezamento da Chama Olímpica. O contexto sociocultural da cidade de Porto Alegre e o contexto político brasileiro favoreceram o aparecimento e a fixação dessa prática cultural. Nestes contextos se buscava afirmar uma identidade nacional brasileira. Sendo assim, a CFS pode ser vista como uma das ações nacionalizadoras do país produzidas no campo cultural-esportivo.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/8300/7526

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.