Aptidão Cardiorrespiratória, Excesso de Peso e Pressão Arterial Elevada em Adolescentes

Por: Diego Giulliano Destro Christofaro, Enio Ricardo Vaz Ronque, Gabriel Grizzo Cucato, Juliano Casonatto, Marcelo Romanzini e Rômulo Araújo Fernandes.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.16 - n.6 - 2010

Send to Kindle


Resumo

OBJETIVO: Analisar a associação entre aptidão cardiorrespiratória, excesso de peso e pressão arterial elevada em repouso entre alunos da rede privada de ensino. 
MÉTODOS: Participaram do estudo 205 jovens de ambos os sexos com idades entre 11 e 14 anos. Foram aferidos valores de massa corporal, estatura, pressão arterial sistólica, diastólica e teste de corrida. A análise estatística foi composta de valores de média,desvio-padrão, teste do Qui-quadrado e regressão de Poisson. 
RESULTADOS: A prevalência de excesso de peso foi de 40,6% para o sexo masculino e 28,4% para o feminino (p = 0,091), e a pressão arterial elevada em repouso foi de 20,8% para o sexo masculino e 13,8% para o feminino (p = 0,247). O excesso de peso apresentou associação significante com a pressão arterial elevada (RP = 3,92 [1,54-9,98]); entretanto, o resultado no teste de corrida, não (RP = 0,60 [0,23-1,56]). 
CONCLUSÃO: Conclui-se que a associação entre aptidão cardiorrespiratória e pressão arterial elevada parece ser mediada pelo estado nutricional.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922010000600001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.