Aptidão Física e Actividade Física Habitual

Por: O. Vasconcelos e V. H .f. Mendes.

VI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Na evolução da investigação, relacionada com as ciências do desporto, a área que estudo a aptidão física e a actividade física tem revelado algum destaque devido à reconhecida associação dos hábitos de actividade física ao estado de saúde e bem estar social. A aptidão física tem sido referenciada como um indicador muito importante da performance motora de crianças e jovens (Sobral, 1989; Marques et al., 1990) e como indicador do valor físico das populações (Prista, 1994). O objectivo deste estudo é conhecer os níveis de aptidão física de crianças e jovens caboverdianos dos 12 aos 14 anos de idade e as suas possíveis relações com a actividade física habitual. Avaliou-se a aptidão física, o estatuto maturacional e a actividade física habitual. A amostra contemplou 272 indivíduos de ambos os sexos. Os procedimentos estatísticos incluíram cálculos básicos das médias descritivas teste t de Student, ANOVA e teste de Sheffiée para comparar os grupos em função do estatuto maturacional, sexo e região. O nível de significância foi mantido em 5%.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.