Aptidão Física, índice de Capacidade de Trabalho e Qualidade de Vida de Bombeiros de Diferentes Faixas Etárias em Florianópolis, Sc

Por: José Luiz Gonçalves da Silveira.

74 páginas. 1998

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve como objetivo investigar a aptidão física dos bombeiros da cidade de Florianópolis e relacioná-la com indicadores de capacidade de trabalho e qualidade de vida (QV) em diferentes faixas etárias. Participaram da amostra 107 bombeiros, divididos em três grupos etários: 20-24, 30-34 e 40-44 anos, selecionados aleatoriamente em cada estrato. O serviço de bombeiro não ocorre em locais e condições favoráveis, geralmente são chamados para enfrentar situações de emergência onde sua capacidade física e mental são exigidas ao máximo. A avaliação da aptidão física incluiu a estimativa do consumo máximo de oxigênio por meio do teste de 12 minutos, resistência de força abdominal pelo exercício de remador (max. rep. 30s), força de membros superiores pelo exercício de suspensão na barra (max. rep.). Foi mensurada também a velocidade pelo teste de 50 m e a agilidade através do teste de "shuttle run". Os componentes antropométricos de massa corporal, estatura e índice de massa corporal também foram mensurados. O índice de capacidade de trabalho (ICT) foi determinado através do instrumento que se baseia na estimativa subjetiva de capacidade de trabalho em relação à demanda da atividade profissional e recursos psicológicos, além de incluir informações sobre condições de saúde e absenteísmo (Tuomi, Ilmarinen, Eskelinen, Järvinen, Toikkanen & Klokars, 1991). O índice varia de 7 a 49 pontos e divide-se em quatro categorias: capacidade de trabalho fraca (7-27), moderada (28-36), boa (37-43) e excelente (44-49). A pesquisa iníciou-se com aplicação de um questionário denominado "Vida Ativa", que abordou os aspectos de capacidade de trabalho (conforme ICT), hábitos de saúde , qualidade de vida e atividade física habitual. A análise estatística foi feita por meio do software EXCEL-7.0, utilizando-se a estatística descritiva para apresentação dos dados através das médias, desvio padrão e variabilidade. A relação entre as variáveis foi verificada pela correlação de Pearson. A significância das diferenças entre os grupos foi testada pela análise de variância one-way, seguido onde apropriado pelo teste de turkey, para p

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1954&listaDetalhes%5B%5D=1954&processar=Processar

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.