Aptidão Física Relacionada à Saúde de Alunos de Graduação em Educação Física

Por: Bruna Camilo Turi-lynch, Camila Angélica Asahi Mesquita, Henrique Luiz Monteiro, Rodrigo Dutra Bergoc, Rosana Lisboa Maia e Sandra Lia do Amaral.

Revista da Educação Física - UEM - v.29 - n.1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O objetivo desse estudo foi descrever e analisar o condicionamento físico de alunos de graduação do curso de Educação Física. A amostra foi composta por 110 mulheres e 115 homens. Foram avaliados peso, altura, índice de massa corpórea, porcentagem de gordura (GC), frequência cardíaca, pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica, flexibilidade, força e resistência muscular localizada (RML). Como principais resultados observamos maior porcentagem de mulheres com gordura corporal e RML acima dos valores ideais para a idade quando comparados aos homens (GC: 37% vs 4%, p= 0,001; RML: 32% vs 13%, p= 0,001), enquanto houveram mais homens com alteração na PAS quando confrontado com mulheres (22% vs 6%, p= 0,001). Em conclusão, estudantes do sexo masculino apresentaram maiores níveis de aptidão física em relação às mulheres, e parcela expressiva de alunos de Educação Física apresentam alterações nos valores de referência à normalidade para variáveis antropométricas, hemodinâmicas e de desempenho motor.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/31624

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.