Aptidão Física Relacionada à Saúde em Escolares de Município de Pequeno Porte do Interior do Brasil

Por: Claudia Eliza Patrocínio de Oliveira, Dihogo Gama de Matos, Elenice de Sousa Pereira, Igor Surian de Sousa Brito, Mauro Lucio Mazini Filho e Osvaldo Costa Moreira.

Revista da Educação Física - UEM - v.25 - n.3 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Objetivo: Determinar a aptidão física relacionada à saúde em escolares de um município de pequeno porte do interior do Brasil. Métodos: A amostra foi composta por 56 escolares (27 do sexo masculino), regularmente matriculados no ensino fundamental da única escola do município. Foram realizados testes clínicos (pressão arterial e frequência cardíaca), antropométrico (massa corporal, estatura e dobras cutâneas) e motor (flexibilidade, força/resistência abdominal, força de membros superiores e aptidão cardiorrespiratória). Resultados: A idade média foi de 13,10 ± 1,06 anos, e os resultados apontaram diferença entre os sexos apenas nas variáveis de percentual de gordura, sendo maior no sexo feminino (p<0,001). Foram encontradas força abdominal e força de membros superiores maiores no sexo masculino (p<0,001), respectivamente. Conclusão: O percentual de gordura foi maior nas mulheres e a força abdominal e força de membros superiores foram maiores nos homens. Escolaridade dos pais e renda familiar, não apresentaram diferenças significativas.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/23193

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.