Aptidão Física Relacionada à Prática Esportiva em Crianças e Adolescentes

Por: Alexandre Schubert, Christi Noriko Sonoo, Juliano Casonatto e Renata Selvatici Borges Januário.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.22 - n.2 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Introdução:Uma das funções da educação física na escola - a promoção de hábitos saudáveis - não vem sendo cumprida. Diante disso, a opção pela participação de crianças e jovens em programas de esportes como estratégia para auxiliar a melhora dos componentes da aptidão física vem sendo amplamente utilizada. Entretanto, ainda não estão claros quais os tipos de modalidades esportivas podem oferecer benefícios de maior magnitude. Objetivo:O objetivo do estudo foi identificar a associação entre os componentes da aptidão física voltados para a saúde e as modalidades esportivas individuais e coletivas em crianças e adolescentes. Método: Para tanto, participaram do estudo 401 sujeitos com idade entre oito e 16 anos. Os componentes da aptidão física foram avaliados por meio da bateria de testes PROESP - 2007. Para a análise dos dados, foram empregados o teste qui-quadrado e a regressão logística binária, a fim de identificar as associações e suas magnitudes. Resultados: Os sujeitos praticantes de modalidades esportivas individuais apresentaram 1,93 e 2,32 vezes mais chance de atingirem valores esperados de aptidão física para o índice de massa corporal e flexibilidade. Por outro lado, os praticantes de modalidades coletivas apresentaram 75% mais chances de atingir os critérios de saúde da capacidade física para força de membros superiores. Conclusão: Dessa forma, é possível concluir que os diversos componentes da aptidão física voltada para a saúde estão associados às modalidades esportivas em crianças e adolescentes.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=1517-869220140001&lng=pt&nrm=iso

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.