Aptidão Física Relacionada à Saúde de Adolescentes Rurais e Urbanos em Relação a Critérios de Referência

Por: Maria Fátima Glaner.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.19 - n.1 - 2005

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi comparar a aptidão física relacionada à saúde (AFRS) entre adolescentes masculinos, residentes nos meios rural e urbano, e analisá-la em relação aos critérios-referenciado estabelecidos pela AAHPERD (1988). Para tanto, compuseram a amostra 286 adolescentes rurais e 435 urbanos, com idades entre 10,50 a 17,49 anos. Os componentes da AFRS foram mensurados pelos respectivos testes, conforme padronização da AAHPERD: gordura corporal (somatório das dobras cutâneas tricipital (TR) + panturrilha (PA)); aptidão cardiorrespiratória (teste de 1600 m); flexibilidade (teste desentar e alcançar); força/resistência muscular (teste abdominal – 1 min). As variáveis com distribuição normal foram analisadas através da estatística F e as sem distribuição normal através do teste Kruskal-Wallis. Os resultados obtidos possibilitam concluir que os rapazes rurais possuem a AFRS significativamente (p £ 0,05) melhor que os urbanos. No entanto, somente 12,94% dos rurais e 6,67% dos urbanos atendem concomitantemente, em todos componentes da AFRS, os critérios-referenciado. Por outro lado, 88,81% dos adolescentes rurais e 43,68% dos urbanos, apresentam uma aptidão cardiorrespiratória satisfatória em relação à saúde. UNITERMOS: Saúde; Aptidão física; Gordura corporal; Aptidão cardiorrespiratória; Critério-referenciado.

Endereço: http://www.usp.br/eef/rbefe/v19n12005/v19n1p13.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.